No primeiro semestre de 2015, o Google anunciou mais um critério para ranquear os links em seu mecanismo de busca: a responsividade do site. Em termos gerais, um site responsivo é aquele que tem um layout desenvolvido não apenas considerando as dimensões de tela do computador, mas também para se ajustar automaticamente às telas de tablets e smartphones, redimensionando texto e imagem para que a visualização seja completa.

Como atualmente o número de pessoas que acessa páginas na internet pelo celular ou tablet é muito grande, surgiu a preocupação de proporcionar ao público sites que ofereçam um layout otimizado, pensado para se adaptar visualmente às telas menores e de diferentes sistemas operacionais.

Quando seu site não é responsivo, a navegação fica difícil, exigindo movimentação de barras de rolagem para as laterais, a fim de ler um texto, por exemplo, ou então nos obriga a aumentar o tamanho do texto, já que no tamanho original as letras ficam ilegíveis. Há casos ainda em que o site fica totalmente desfigurado, tornando impossível obter qualquer informação.

Consequências de um site não responsivo
Além de seu site ficar mal posicionado no Google apenas por não ser responsivo, a falta de adaptação do layout em telas menores faz você perder clientes em potencial e até mesmo clientes que já utilizam seus serviços e produtos.

Conforme informou o Google, desde abril deste ano, a responsividade de um site tem sido um fator de classificação relevante em seus resultados de busca. Dessa forma, é de extrema necessidade ter um site responsivo, oferecendo aos usuários uma navegação prática, para adequar-se às exigências do Google e aumentar sua relevância.

Como hoje em dia a internet oferece diversas opções de serviços e produtos similares, ao se deparar com um site ruim de visualizar, o usuário não pensará duas vezes para procurar uma alternativa em sua pesquisa, mesmo que seja um cliente que já conheça sua empresa. Assim, caso seu site não seja agradável para a navegação em telas pequenas, você possivelmente perderá um cliente, mesmo que ofereça um serviço ou produto melhor do que o do seu concorrente.

Em contrapartida, ao oferecer um site responsivo, que se adapte a qualquer tamanho de tela, você estará um passo à frente dos concorrentes que ainda não aderiram à responsividade, que somam um número bastante expressivo.

responsivo-gabana-responsividade

Confira abaixo algumas estatísticas referentes ao uso de aparelhos móveis no mundo:
- Há países que contam com um número maior de aparelhos móveis do que de pessoas;
- Há mais celulares no mundo do que televisões;
- De 5 consumidores, 4 deles utilizam um smartphone para fazer compras na internet;
- De todo o tráfego global da internet, 15% provêm de dispositivos móveis, sendo que este número cresce 1.5% ao ano;
- Enquanto assistem TV, 86% dos usuários navegam na internet através de seus smartphones;
- Em 2013, 15% das vendas em lojas virtuais foram realizadas por meio de dispositivos móveis;
- Até 2016, estima-se de 50% da população estará utilizando tablets;
- De todas as buscas locais, 50% são realizadas através de smartphones e tablets;
- A tecnologia mobile tem crescido com mais rapidez do que a internet cresceu da década de 1990.

Diante de todos esses números, é clara a necessidade de adequar o site da sua empresa para que ele seja responsivo. Aqui na LWS Brasil todos os sites desenvolvidos já contam com layout adequado para qualquer tipo de tela: dos computadores aos smartphones e tablets. Entre em contato com a gente e saiba mais sobre como tornar seu site responsivo!



Thursday, March 10, 2016

« Back

Powered by WHMCompleteSolution